segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

A Solidão nas Igrejas.


A paz do Senhor a todos irmãos e irmãs em Cristo. Hoje vou falar sobre um assunto muito comum nas igrejas, mas um tanto escondido, ou simplesmente não tão importante para alguns, é a "solidão nas igrejas". 
Geralmente vemos nas congregações muitos movimentos pelas: famílias, filhos, esposos, casal, jovens... mas para os : solteiros, viúvos ou divorciados, que geralmente são pessoas solitárias, não vemos nenhum ministério, ou grupo para estes cristãos tão mal aproveitados nas congregações.
Para mulheres, quando há um ministério só para mulheres, geralmente o assunto é sobre filhos, família, esposo. E se no meio destas mulheres existirem mulheres não tão jovens (que não possam fazer parte do ministério de jovens), e elas não terem filhos e nem esposos?
É o mesmo que um peixe fora d´água. Essas irmãs solitárias, se sentem deslocadas, ou melhor dizendo : boiando no meio do mar, sem ter para onde ir!
E quanto aos homens, os viúvos, solteiros ou divorciados, sem filhos e com uma certa idade, geralmente se sentem da mesma forma.
As nossas igrejas não abordam o tema solidão, as pessoas  sozinhas, e muitas vezes solitárias, são como nos tempos bíblicos do antigo testamento com as mulheres e crianças:  NÃO CONTADAS.
Não se cria um ministério para os solitários da igreja, não se cria um lazer para os solitários da igreja, não existem pregações que falam sobre solidão, na verdade até hoje só houvi uma, que citava este assunto no meio da pregação.
A vida sexual do crente é quase inexistente quando se tem já uma certa idade, e se vive só, e a vida social além da igreja, é completamente morta, se ainda está viva está em coma! Existem alguns que tem companhia para ir à certos lugares como palestras, pregações, Camboriú (Lá no reteté), mas, vai que a "companhia" é abençoada na vida sentimental, e você não, então voltamos ao estado de solidão completa e reclusão domiciliar.
Se você é viúvo(a) divorciada(o) e tem filhos, você poderá ir na companhia dos seus filhos, mas até quando você vai ficar sendo sombra deles? E quando eles casarem, ou quiserem ir com outras pessoas, ou simplesmente não quiserem ir?
Gostaria muito que as igrejas voltassem os olhos para milhões de irmãos e irmãs, solitários que querem servir à Deus, se sentirem realmente em família, sabendo que a igreja também os conta no meio da multidão. 
Quando é que as igrejas, irão começarem a criar o ministério dos "Solitários Unidos na Presença de Deus!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário